Cânticos de Salomão: uma declaração de amor á luz da Bíblia

Se lhe falta inspiração para escrever aquela cartinha de amor, que tal dar uma olhada na Bíblia Sagrada?

book-2592613_640

Salomão foi considerado o rei mais sábio de Israel, filho de Davi. Seu reinado foi marcado como um período de grande paz e prosperidade. Assim como seu pai, era bastante obediente à Deus. Certa feita, o próprio Deus lhe apareceu em um sonho, no qual lhe ofereceu a realização de qualquer coisa que Salomão lhe pedisse. E seu pedido foi algo que imediatamente agradou a Deus: que lhe desse sabedoria para governar.

Este rei também foi responsável por uma das passagens mais lindas do velho testamento, intitulado ‘Cântico dos Cânticos de Salomão’, onde descreve lindas declarações de amor entre um homem e uma mulher (esposo e esposa).

Você já recebeu uma declaração como essas a seguir?

(apanhado da versão ‘O Livro’)

Do marido:

passion-1690965_640.jpg

Beije-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o seu amor do que o vinho.
Suave é o cheiro dos teus perfumes; como perfume derramado é o teu nome; por isso as donzelas te amam.
Cânticos 1:2,3

A uma égua dos carros de Faraó eu te comparo, ó amada minha.
Formosas são as tuas faces entre as tuas tranças, e formoso o teu pescoço com os colares.
Nós te faremos umas tranças de ouro, marchetadas de pontinhos de prata.
Cânticos 1:9-11

Eis que és formosa, ó amada minha, eis que és formosa; os teus olhos são como pombas.
Cânticos 1:15

Qual o lírio entre os espinhos, tal é a minha amada entre as filhas.
Cânticos 2:2

Como és formosa, amada minha, eis que és formosa! os teus olhos são como pombas por detrás do teu véu; o teu cabelo é como o rebanho de cabras que descem pelas colinas de Gileade.
Os teus dentes são como o rebanho das ovelhas tosquiadas, que sobem do lavadouro, e das quais cada uma tem gêmeos, e nenhuma delas é desfilhada.
Os teus lábios são como um fio de escarlate, e a tua boca e formosa; as tuas faces são como as metades de uma romã por detrás do teu véu.
O teu pescoço é como a torre de Davi, edificada para sala de armas; no qual pendem mil broquéis, todos escudos de guerreiros valentes.
Os teus seios são como dois filhos gêmeos da gazela, que se apascentam entre os lírios.
Antes que refresque o dia e fujam as sombras, irei ao monte da mirra e ao outeiro do incenso.
Tu és toda formosa, amada minha, e em ti não há mancha.


Vem comigo do Líbano, noiva minha, vem comigo do Líbano. Olha desde o cume de Amana, desde o cume de Senir e de Hermom, desde os covis dos leões, desde os montes dos leopardos.
Enlevaste-me o coração, minha irmã, noiva minha; enlevaste-me o coração com um dos teus olhares, com um dos colares do teu pescoço.
Quão doce é o teu amor, minha irmã, noiva minha! quanto melhor é o teu amor do que o vinho! e o aroma dos teus ungüentos do que o de toda sorte de especiarias!
Os teus lábios destilam o mel, noiva minha; mel e leite estão debaixo da tua língua, e o cheiro dos teus vestidos é como o cheiro do Líbano.
Jardim fechado é minha irmã, minha noiva, sim, jardim fechado, fonte selada.
Os teus renovos são um pomar de romãs, com frutos excelentes; a hena juntamente com nardo,
o nardo, e o açafrão, o cálamo, e o cinamomo, com toda sorte de árvores de incenso; a mirra e o aloés, com todas as principais especiarias.
És fonte de jardim, poço de águas vivas, correntes que manam do Líbano!
Cânticos 4:1-15

Quão formosos são os teus pés nas sandálias, ó filha de príncipe! Os contornos das tuas coxas são como jóias, obra das mãos de artista.
O teu umbigo como uma taça redonda, a que não falta bebida; o teu ventre como montão de trigo, cercado de lírios.
Os teus seios são como dois filhos gêmeos da gazela.
O teu pescoço como a torre de marfim; os teus olhos como as piscinas de Hesbom, junto à porta de Bate-Rabim; o teu nariz é como torre do Líbano, que olha para Damasco.
A tua cabeça sobre ti é como o monte Carmelo, e os cabelos da tua cabeça como a púrpura; o rei está preso pelas tuas tranças.
Quão formosa, e quão aprazível és, ó amor em delícias!
Essa tua estatura é semelhante à palmeira, e os teus seios aos cachos de uvas.
Disse eu: Subirei à palmeira, pegarei em seus ramos; então sejam os teus seios como os cachos da vide, e o cheiro do teu fôlego como o das maçãs,
e os teus beijos como o bom vinho para o meu amado, que se bebe suavemente, e se escoa pelos lábios e dentes.
Cânticos 7:1-9

Da esposa:

girl-1741941_640.jpg

Enquanto o rei se assentava à sua mesa, dava o meu nardo o seu cheiro.
O meu amado é para mim como um saquitel de mirra, que repousa entre os meus seios.
O meu amado é para mim como um ramalhete de hena nas vinhas de En-Gedi.
Cânticos 1:12-14

Eis que és formoso, ó amado meu, como amável és também; o nosso leito é viçoso.
As traves da nossa casa são de cedro, e os caibros de cipreste.
Cânticos 1:16,17

Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os filhos; com grande gozo sentei-me à sua sombra; e o seu fruto era doce ao meu paladar.
Levou-me à sala do banquete, e o seu estandarte sobre mim era o amor.
Sustentai-me com passas, confortai-me com maçãs, porque desfaleço de amor.
A sua mão esquerda esteja debaixo da minha cabeça, e a sua mão direita me abrace.
Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, pelas gazelas e cervas do campo, que não acordeis nem desperteis o amor, até que ele o queira.
Cânticos 2:3-7

O meu amado é meu, e eu sou dele; ele apascenta o seu rebanho entre os lírios.
Antes que refresque o dia, e fujam as sombras, volta, amado meu, e faze-te semelhante ao gamo ou ao filho dos veados sobre os montes de Beter.
Cânticos 2:16,17

De noite, em meu leito, busquei aquele a quem ama a minha alma; busquei-o, porém não o achei.
Levantar-me-ei, pois, e rodearei a cidade; pelas ruas e pelas praças buscarei aquele a quem ama a minha alma. Busquei-o, porém não o achei.
Encontraram-me os guardas que rondavam pela cidade; eu lhes perguntei: Vistes, porventura, aquele a quem ama a minha alma?
Apenas me tinha apartado deles, quando achei aquele a quem ama a minha alma; detive-o, e não o deixei ir embora, até que o introduzi na casa de minha mãe, na câmara daquela que me concebeu:
Conjuro-vos, ó filhos de Jerusalém, pelas gazelas e cervas do campo, que não acordeis, nem desperteis o amor, até que ele o queira.
Cânticos 3:1-5

O meu amado meteu a sua mão pela fresta da porta, e o meu coração estremeceu por amor dele.
Eu me levantei para abrir ao meu amado; e as minhas mãos destilavam mirra, e os meus dedos gotejavam mirra sobre as aldravas da fechadura.
Eu abri ao meu amado, mas ele já se tinha retirado e ido embora. A minha alma tinha desfalecido quando ele falara. Busquei-o, mas não o pude encontrar; chamei-o, porém ele não me respondeu.
Encontraram-me os guardas que rondavam pela cidade; espancaram-me, feriram-me; tiraram-me o manto os guardas dos muros.
Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, se encontrardes o meu amado, que lhe digais que estou enferma de amor.
Que é o teu amado mais do que outro amado, ó tu, a mais formosa entre as mulheres? Que é o teu amado mais do que outro amado, para que assim nos conjures?
O meu amado é cândido e rubicundo, o primeiro entre dez mil.
A sua cabeça é como o ouro mais refinado, os seus cabelos são crespos, pretos como o corvo.
Os seus olhos são como pombas junto às correntes das águas, lavados em leite, postos em engaste.
As suas faces são como um canteiro de bálsamo, os montões de ervas aromáticas; e os seus lábios são como lírios que gotejam mirra.
Cânticos 5:4-13

Eu sou do meu amado, e o seu amor é por mim.
Vem, ó amado meu, saiamos ao campo, passemos as noites nas aldeias.
Levantemo-nos de manhã para ir às vinhas, vejamos se florescem as vides, se estão abertas as suas flores, e se as romanzeiras já estão em flor; ali te darei o meu amor.
As mandrágoras exalam perfume, e às nossas portas há toda sorte de excelentes frutos, novos e velhos; eu os guardei para ti, ó meu amado.
Cânticos 7:10-13

O que você acha dessas declarações? Tem coragem de dizer algo assim para quem você ama? 

Deixe sua opinião no comentário abaixo:

Anúncios

3 comentários sobre “Cânticos de Salomão: uma declaração de amor á luz da Bíblia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s